Sanofi
Sanofi
Dicas de saúde

Você conhece os sintomas da alergia respiratória?

Coriza, espirros que parecem não cessar e congestão nasal são alguns dos desconfortos provocados pela crise alérgica

Conteúdo incluído em: 13 de outubro de 2020

compartilhar

Pode não ser um resfriado comum: é alergia. Quem sofre com alergias respiratórias convive frequentemente com sintomas desagradáveis que atrapalham inclusive o rendimento nas atividades diárias. O problema é que os fatores desencadeantes estão em todos os lugares: poeira, fungos, ácaros, tempo seco, pelos de animais de estimação, poluição, cigarro, entre outros fatores, são alguns dos responsáveis por arruinar o nariz de quem tem essa doença1.

Dentre as alergias respiratórias, a rinite alérgica e a asma são as mais comuns. Aliás, as duas podem inclusive caminhar juntas: estima-se que 80% das pessoas com asma também sofrem com rinite. Por sua vez, a rinite alérgica é um fator de risco para asma, sendo que 40% das pessoas com rinite também têm de lidar com a asma1.

Quem tem rinite alérgica, por exemplo, deve procurar manter-se longe dos potenciais gatilhos: uma casa limpa, arejada e com umidade do ar no nível ideal são algumas das formas de evitar crises, por exemplo.

Veja abaixo alguns sintomas de alergia respiratória e previna-se:

Espirros

Quando o alérgeno atinge o nariz de quem tem rinite, é difícil fugir das consequências: os espirros surgem em repetição e pode aparecer uma irritação no nariz. Para evitar, o jeito é identificar qual substância provocou a alergia e fugir dela. Fazer uso de um medicamento anti-histamínico como Allegra (cloridrato de fexofenadina), indicado para tratamento de rinite alérgica e urticária, alivia os sintomas.1,2

Nariz entupido

A congestão nasal aparece pois a reação alérgica desencadeia uma dilatação dos vasos sanguíneos do nariz, além de inchaço na mucosa nasal que, por sua vez, recebe um fluxo maior de sangue. E aí o muco se instala, resultando no tão incômodo nariz entupido. Lavar o nariz com solução salina (soro fisiológico a 0,9%) ajuda a fluidificar a secreção, facilitando a respiração.3,4

Coriza

As alergias respiratórias, especificamente a rinite alérgica, pode provocar uma irritação nasal que resulta em coriza clara e abundante – aquela “água” no nariz que parece não cessar. Em caso de uma gripe ou resfriado, por exemplo, a coriza tem um papel de defesa do organismo, de impedir que os vírus cheguem aos pulmões. Já no caso da rinite alérgica, a coriza não tem função alguma, a não ser aquela de atrapalhar a vida do portador do problema.4,5

Coceira no nariz

Os alérgenos irritam o nariz, que respondem pouco tempo depois com uma coceira bem irritante. O jeito é se afastar do local ou da substância que provocou a alergia, além usar medicamentos anti-histamínicos como Allegra (cloridrato de fexofenadina) para aliviar os sintomas.5,2

Tosse

A tosse é naturalmente um mecanismo de defesa do organismo, que faz uso desse artifício para mandar embora agentes estranhos às vias respiratórias, como mucos, secreções, poeira, entre outros. No caso da tosse alérgica provocada pela rinite, o sintoma costuma aparecer quando a secreção que se acumula atrás do nariz escorre para a garganta, provocando o reflexo.1

Falta de ar

No caso da asma, a falta de ar pode estar presente, bem como chiado, sensação de aperto no peito e tosse. É preciso sempre buscar acompanhamento médico para controlar o problema. Em casa, o correto é procurar manter o ambiente limpo e livre de alérgenos como poeira, ácaros e pêlos de animais domésticos.1,6

Referências:

1. A doença do século XXI. Alergia. Perguntas e Respostas. Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia - Regional do Rio de Janeiro. Disonível em: http://www.asbai.org.br/imagebank/ALERGIA-PERGUNTAS-E-RESPOSTAS.pdf
2. Bula de Allegra. Anvisa. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=2729202019&pIdAnexo=11107284
3. Guia de prática clínica: sinais e sintomas respiratórios: espirro e congestão nasal. Conselho Federal de Farmácia. Disponível em: http://www.cff.org.br/userfiles/file/Profar_vol1_FINAL_TELA.pdf
4. Órgão Oficial da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Consenso Brasileiro sobre Rinites. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Disponível em: https://www.aborlccf.org.br/consensos/Consenso_sobre_Rinite-SP-2014-08.pdf
5. Material Educativo. Rinite Alérgica. Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). Disponível em: http://www.asbai.org.br/secao.asp?s=81&id=302
6. Eduardo Costa de Freitas Silva, Faradiba Sarquis Serpa, Maria de Fátima Epaminondas Emerson. Viver bem com asma. Perguntas e Respostas. Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). Disponível em: http://www.asbai.org.br/imageBank/emescam_cartilha_asma_online_final.pdf

ALLEGRA® (cloridrato de fexofenadina). Indicações: é um anti-histamínico destinado ao tratamento das manifestações alérgicas, tais como sintomas de rinite alérgica (incluindo espirros, obstrução nasal, prurido, coriza, conjuntivite alérgica) e urticária (erupção avermelhada e pruriginosa na pele). MS 1.8326.0359. O USO DO MEDICAMENTO PODE TRAZER ALGUNS RISCOS. Leia atentamente a bula. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Data de Revisão: 01/10/19.

Leia mais sobre Alergia